Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Procon leva ações e educação para consumo a crianças da comunidade Stª Rosa de Lima
13/10/2017 - 17h27m

Procon leva ações e educação para consumo a crianças da comunidade Stª Rosa de Lima

Ação faz parte do projeto ‘Proconzinho’, que leva palestras e atividades educativas sobre os direitos dos pequenos consumidores

Procon leva ações e educação para consumo a crianças da comunidade Stª Rosa de Lima

Crianças aprenderam, de forma dinâmica, sobre a Lei do Troco, propaganda enganosa, prazo de validade, precificação

É preciso conhecer os direitos do consumidor desde cedo: receber o troco certo, comprar produtos dentro da validade, ter liberdade de escolha e acesso às informações. Esses são alguns dos exemplos que fazem parte da educação para o consumo. E, com essa missão, o Procon/AL realizou mais uma edição do ‘Proconzinho’, nesta sexta-feira (13), dessa vez na comunidade Stª Rosa de Lima.

O projeto surgiu no início do ano e busca abordar a educação para o consumo na infância e garantir uma sociedade mais consciente. Nesta edição especial em alusão ao Dia das Crianças, cerca de 70 crianças da creche da irmã Iara, localizada na comunidade Santa Rosa de Lima, receberam ações educativas com muita festa, alegria e conteúdo didático.

O superintendente do órgão, João Neto, afirma que ações em comunidades carentes são de extrema importância, uma vez que muitos não têm acesso à informação. “Já vimos o Governo de Alagoas trabalhando sério em apoio aos moradores das comunidades carentes de Maceió. Então, juntamos o programa Vida Nova nas Grotas com o nosso e, assim, trouxemos a alegria e conteúdo didático para essas crianças. Sem dúvidas, um dia de muita alegria e festa”.

As crianças aprenderam, de forma dinâmica, sobre a Lei do Troco, propaganda enganosa, prazo de validade, precificação, entre outros. Também houve um quis com perguntas, distribuição de presentes e brincadeiras. Na ocasião, a instrutora do projeto, Virgínia Tavares, citou exemplos do dia a dia, como ir ao supermercado, com orientações sobre o consumo consciente e sustentável.

“Estamos sempre buscando a melhor forma de passar o conteúdo para este público. O desafio é que eles aprendam sobre o tema e levem isso para suas vidas, tornando-se pequenos consumidores conscientes”, pontua Virgínia.

Maria Eduarda, de 9 anos, aprendeu sobre coisas que não conhecia, como a existência do Código de Defesa do Consumidor e a troca de produtos caso haja defeito. “Eu aprendi que quando uma coisa que a gente comprou veio quebrada, a gente pode ir na loja trocar. Quando eu cheguei aqui não sabia de nada sobre isso e sobre o código, agora sei de tudo”.

Já o Luan, gostou mesmo de aprender sobre a validade de produtos. “Aprendi muito aqui, sobre validade e que existe um código para defender a gente. Gostei muito e vou ensinar aos meus amigos”, comentou. 

Para a líder comunitária Miriam Feitosa, a ação foi um presente para as crianças, que não conheciam sobre seus direitos. “Só tenho a agradecer ao Procon por trazer esse projeto aqui para a grota. Nossas crianças não conhecem bem sobre os direitos do consumidor e tiveram a oportunidade de aprender. Espero que venham mais vezes”.

Atendimento à população

A iniciativa também envolveu a prestação de serviços à população local. Além das atividades para a criançada, os moradores da grota de Pau D’arco, da comunidade Santa Rosa de Lima e da comunidade Divaldo Franco tiveram a oportunidade de receber orientação, atendimento e abrir reclamações.

 

Por Amanda Oliveira e Débora Vieira

Ações do documento