Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Procon Alagoas passará por mudanças com a transferência para uma nova sede
28/11/2016 - 09h40m

Procon Alagoas passará por mudanças com a transferência para uma nova sede

O assunto foi tema da entrevista do superintendente João Neto no programa Ponto de Vista, da TV Assembleia

Procon Alagoas passará por mudanças com a transferência para uma nova sede

O programa vai ao ar nesta segunda-feira (28), canal 7 da NET, a partir das 7 horas, e deve ser reprisado durante a semana

O superintendente do Procon/AL, João Neto, foi o entrevistado do jornalista Wendel Palhares no programa Ponto de Vista, da TV Assembleia, na sexta-feira (25). Na ocasião, anunciou a mudança do órgão para sua nova sede, falou a respeito dos desafios do cargo e explicou sobre o funcionamento do Procon em Alagoas.

O bate-papo durou cerca de uma hora e trouxe esclarecimentos a respeito das ações desenvolvidas em defesa do consumidor alagoano, além das atribuições do órgão.

João Neto explicou a respeito da mudança para nova sede, bem como sobre a relação com os Já!s e o trabalho de capacitação de funcionários: há também a existência de uma equipe especializada em capacitar empresas, para expandir o domínio das leis constadas no Código de Defesa do Consumidor.

“Preciso enfatizar que nós, como órgão administrativo, não vemos os fornecedores como inimigos. O CDC busca o equilíbrio entre os direitos do fornecedor e do consumidor. E nós pregamos a conciliação e o acordo, não o conflito”, disse João Neto.

Em se tratando das ações e do funcionamento, João Neto garantiu que entre os outros Procons do Brasil, o órgão alagoano é pioneiro e eficiente. “O Procon Alagoas vem crescendo. Só em 2016 atendemos 30.079 consumidores e mais de 80% dos casos foram resolvidos por meio da conciliação”. 

Postos

Outro ponto discutido foi a situação dos postos de combustível e a diferença de preços em dinheiro e cartão de crédito/débito. “Aqui em Alagoas existe uma liminar concedida pela Justiça, que dá ao posto o direito de fazer a cobrança diferenciada. Mas isso vale apenas em postos de combustíveis”, disse o superintendente.

“Acredito que isso ainda possa mudar. Não é interessante driblar a legislação pela malícia financeira. Penso que a lei que determina não haver diferenciação entre cartão e dinheiro deveria valer para todos, inclusive para os postos de combustíveis”, acrescentou.

O programa vai ao ar nesta segunda-feira (28), canal 7 da NET, a partir das 7 horas, e deve ser reprisado durante a semana em outros horários.

 

Por Amanda Oliveira

Ações do documento