Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Procon Alagoas orienta consumidores sobre greve dos Correios
21/09/2017 - 13h21m

Procon Alagoas orienta consumidores sobre greve dos Correios

Órgão garante ainda que irá convocar representantes do sindicato e direção da empresa

Procon Alagoas orienta consumidores sobre greve dos Correios

Assessor jurídico César Caldas orienta consumidores sobre guerra dos Correios em entrevista para TV Pajuçara

A paralisação dos funcionários dos Correios por tempo indeterminado na última terça-feira (19) foi anunciada e, com a greve, muitos consumidores serão atingidos diretamente com o atraso de mercadorias e boletos de pagamento. Por isso, o Procon Alagoas separou algumas orientações de como agir nesses casos.

No caso de pagamento de contas/boletos, por exemplo, mesmo com a greve decretada, é recomendável que o consumidor entre em contato com a empresa credora e procure outras formas de pagamento, antes do vencimento da fatura, para evitar o pagamento de juros por conta do atraso. Tendo o pedido negado, o consumidor poderá registrar uma reclamação no Procon, sempre informando o número de protocolo dos contatos realizados com a empresa.

O consumidor pode buscar meios alternativos para a emissão da segunda via do documento de pagamento. As empresas que enviam cobranças por correspondência postal são obrigadas a oferecer e disponibilizar diferentes formas de pagamento ao consumidor, como por e-mail, fax, código de barras ou na própria sede da empresa.  

O superintendente do Procon Alagoas, João Neto, destaca ainda a importância de pedir o número de protocolo ao solicitar outras formas de pagamento, em virtude da greve. “Para evitar prejuízos, exija sempre o número protocolo de atendimento para que você possa reclamar seus direitos aqui no órgão, com os comprovantes necessários, caso a empresa se negue em disponibilizar e o pagamento não seja efetuado”, orienta.

A assessoria jurídica do órgão informou ainda que irá notificar o Sindicato dos Trabalhadores na Empresa e Correios e Telégrafos em Alagoas (Sintect-AL) e a direção dos Correios para uma reunião, visando traçar estratégias para não prejudicar a população. “Já estamos preparando os ofícios para a convocação dos representantes. É importante ver formas de não prejudicar os consumidores, principalmente com relação a medicamentos com destino ao Estado”, explicou o assessor jurídico, César Caldas. 

Ações do documento