Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Procon/AL divulga balanço das ocorrências do mês de agosto no atendimento presencial
03/09/2021 - 10h33m

Procon/AL divulga balanço das ocorrências do mês de agosto no atendimento presencial

O levantamento mostra as estatísticas de controle geral dos atendimentos feitos na capital e interior

Procon/AL divulga balanço das ocorrências do mês de agosto no atendimento presencial

Gráfico agosto de 2021

Por Luciano Cardeal, Ascom Procon/AL

 

Nestes tempos de pandemia, transparência é uma prioridade. E, mesmo com as restrições e medidas sanitárias, o Procon-AL não para. Os atendimentos seguem de forma virtual e também presencial, cumprindo todas as determinações de saúde, pois é um dever do órgão garantir a proteção aos direitos do consumidor.


Diante disto, a Gerência de Atendimento do Instituto divulgou o balanço do número de casos atendidos referente ao mês de agosto de 2021, onde foram 972 atendimentos. Essa quantidade é resultado da soma de todos os pontos de atendimento do Procon/AL, sendo 2 Já’s! da capital, 4 do interior e a Sede, localizada no Centro de Maceió.


“Na Sede, tivemos uma média de 45 audiências por dia, mediadas por 10 conciliadores, bem como uma média de 60 atendimentos presenciais por dia, através de 8 atendentes. Além dos atendimentos diretos e conciliações, tivemos ainda, os atendimentos por WhatsApp e os pontos do Procon nos JÁ's da capital e interiores. O nosso trabalho não para, visando sempre o bem dos consumidores”, diz Clebson de Araújo, Gerente de Atendimento do Procon/AL.


Os dados mostram o trabalho dos atendimentos do Procon/AL, onde cerca de 70% a 80% foram solucionados na própria Sede do Procon e, muitas das vezes, no setor de atendimento, sem mesmo a necessidade de se chegar à sala de Conciliação. Ressalta-se que 68 consumidores solucionaram o seu pleito antes mesmo da audiência, realizando assim, o cancelamento da mesma.


Dentre as reclamações mais recorrentes estão:


  • Abertura Direta da Reclamação - 373 casos (38,37%)

  • Cancelado - 68 casos (7,00%)

  • CIP (Carta de Informação Preliminares) - 505 casos (51,95%)

  • Encaminhamento à Fiscalização - 1 caso (0,10%)

  • Reclamação de Ofício - 23 casos (2,37%)

  • Simples Consulta - 2 casos (0,21%)


“Esses casos são apenas algumas das diversas demandas que chegam a nós todos os dias. É muito importante que a população saiba que o Procon está trabalhando incansavelmente para que, nesse momento de fragilidade, todos possam estar seguros de seus direitos”, diz o diretor-presidente do Procon-AL, Daniel Sampaio.


Desse total de 972 casos, os que mais chamam a atenção são reclamações da Equatorial (energia) e BRK Ambiental (água), contudo, estas duas empresas se mostram sensíveis às soluções dos casos apresentados.

 

Vale lembrar que o Procon-AL dispõe de vários canais para atender a população alagoana, receber reclamações e realizar denúncias. Caso haja alguma ocorrência, o consumidor pode entrar em contato através de ligações ao 151, WhatsApp (82) 98876-8297 e de forma presencial, mediante agendamento, através do site agendamento.seplag.al.gov.br

Ações do documento