Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Procon-AL cobra da caixa Econômica melhorias nos serviços prestados
20/09/2016 - 19h19m

Procon-AL cobra da caixa Econômica melhorias nos serviços prestados

Atraso na entrega de empreendimentos, construtoras e contratos e o número de reclamações contra a instituição foram temas discutidos em reunião nesta terça

Procon-AL cobra da caixa Econômica melhorias nos serviços prestados

Entre agosto de 2015 e agosto de 2016, Caixa ficou em segundo lugar em denúncias de clientes, com 413 casos

Em reunião realizada nesta terça-feira (20), na Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/AL), representantes da Caixa Econômica Federal discutiram junto ao órgão estratégias para solucionar os problemas dos consumidores relacionados a empreendimentos, greve dos bancos, entre outros temas relevantes.

Por meio do assessor jurídico do Procon Alagoas, César Caldas, foram apresentados dados sobre a quantidade de reclamações contra a instituição financeira. “Entre agosto de 2015 e agosto de 2016, a Caixa é a segunda colocada no número de denúncias, com 413 casos”. César prometeu ainda fazer um levantamento específico da demanda para verificar quais as denúncias mais recorrentes.

Se tratando da greve dos bancos, a instituição garantiu que toda movimentação na conta do cliente está garantida. “Nossas lotéricas e os terminais de autoatendimento estão funcionando e disponibilizamos gerentes para atender à população. A única coisa que não está disponível é o depósito na sala de autoatendimento e o depósito de cheques”, explicou um dos representantes.

Dentre os temas discutidos entre órgão e banco destacam-se o atraso na entrega de empreendimentos, construtoras e contratos, o número de reclamações contra a instituição e sobre a greve dos bancos.

A Superintendência garante ainda que dará continuidade aos diálogos com as instituições e que irá marcar novas reuniões para discutir temas ainda pouco discutidos. “Estamos abertos ao diálogo. Nosso dever é resolver os problemas com as empresas juntos ao consumidor, exercendo a lei de forma correta, e buscar sempre a melhoria do atendimento e resolução de problemas”, destacou o diretor-geral do Procon/AL, João Neto.

 

Por Amanda Oliveira

Ações do documento