Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Comerciantes devem exibir preço dos produtos por unidade de medida
20/10/2016 - 12h20m

Comerciantes devem exibir preço dos produtos por unidade de medida

Sancionada pelo governador Renan Filho, norma beneficia o consumidor alagoano e estabelece regras mais claras para supermercados

Comerciantes devem exibir preço dos produtos por unidade de medida

Lei Nº 7.834, foi publicada no Diário Oficial de Alagoas de segunda-feira (17)

Já está em vigor a lei Nº 7.834, que dispõe sobre a obrigatoriedade dos comerciantes em exibir o preço dos produtos por unidade de medida. A norma, publicada no Diário Oficial de Alagoas de segunda-feira (17), tem por objetivo trazer mais clareza e informações ao consumidor, evitando transtornos futuros.

De acordo com a lei, os supermercados, hipermercados, autosserviços, conveniências, mercearias e similares onde o consumidor tenha acesso direto ao produto, sem intervenção do comerciante, ficam obrigados a expor o preço por unidade de medida, sendo o preço do valor em reais, calculado por quilograma, litro, metro ou outra unidade, conforme o caso.

O superintendente do Procon/AL, João Neto, informa a importância de a população estar informada e atenta à nova lei e que, caso presencie o descumprimento da mesma, entre em contato com o órgão para que a fiscalização vá até o local.

“É comum os consumidores escolherem o produto apenas pelo preço, muitas vezes esquecendo que, em determinadas situações, a quantidade é muito inferior do que a de outro com preço maior”.

A lei estabelece ainda que o preço por unidade de medida deve estar exposto no local de registro do valor do produto, visível e ocupando espaço considerável (mínimo de 50%).

Confira abaixo a lei na íntegra:

“LEI Nº 7.834, DE 11 DE OUTUBRO DE 2016.

DISPÕE SOBRE A EXIBIÇÃO DO PREÇO DOS PRODUTOS POR UNIDADE DE MEDIDA. O GOVERNADOR DO ESTADO DE ALAGOAS

Faço saber que o Poder Legislativo Estadual decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º Os supermercados, hipermercados, autosserviços, conveniências, mercearias e similares onde o consumidor tenha acesso direto ao produto, sem intervenção do comerciante, ficam obrigados a expor o preço por unidade de medida.

 § 1º Considera-se preço por unidade de medida, o valor em reais, calculado, por quilograma, litro, metro ou outra unidade conforme o caso.

§ 2º Os fornecedores relacionados no caput deste artigo deverão eleger o parâmetro a ser utilizado em cada produto (se quilograma, litro, metro ou outra unidade), desde que hábil para proporcionar ao consumidor a comparação entre produtos iguais ou semelhantes, contudo díspares em peso, medida e volume.

§ 3º É dispensável nova menção ao preço, quando o produto já for normalmente ofertado com preço por unidade de medida.

§ 4º A obrigatoriedade da afixação do preço por unidade de medida é restrita às etiquetas do local onde o consumidor tenha acesso direto ao produto.

§ 5º A afixação do preço por unidade de medida é obrigatória para os produtos vendidos com base em quilograma, litro, metro, não se aplicando, por exemplo, aos têxteis, eletroeletrônicos e autopeças.

§ 6º Fica facultado o arredondamento do preço por unidade de medida na terceira casa decimal.

Art. 2º O preço por unidade de medida deverá ser exposto onde esteja registrado o valor do produto e ocupar espaço não inferior a 50% (cinquenta por cento) que aquele utilizado para informar o preço do produto.

Art. 3º Os fornecedores relacionados no caput do art. 1º desta Lei iniciarão a adequação para se adaptar à presente norma nesta data e terão o prazo de 01 (um) ano para a adequação total.

Art. 4º A infração às disposições da presente Lei acarretará ao responsável infrator as sanções previstas no art. 56 da Lei Federal nº 8.078, de 11 de setembro de 1990 – Código de Defesa do Consumidor, aplicáveis na forma de seus arts. 57 a 60.

Art. 5º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

PALÁCIO REPÚBLICA DOS PALMARES, em Maceió, 11 de outubro de 2016, 200º da Emancipação Política e 128º da República.

 

JOSÉ RENAN VASCONCELOS CALHEIROS FILHO Governador”.

 

Por Amanda Oliveira 

Ações do documento