Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Cidadãos alagoanos foram capacitados pelo Procon/AL em 2016
02/01/2017 - 09h00m

Cidadãos alagoanos foram capacitados pelo Procon/AL em 2016

Órgão beneficiou mais de 700 pessoas com as ações educativas

 Cidadãos alagoanos foram capacitados pelo Procon/AL em 2016

Proximidade é a marca da atual gestão do governo estadual e conversa com estudantes é fundamental.

Disseminar conhecimentos sobre direitos do consumidor foi uma das diretrizes da Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor Alagoano (Procon/AL) ao longo deste ano. Por meio de palestras e capacitações, a Escola Estadual de Defesa do Consumidor (EEDC) encerra 2016, alcançando mais de 700 pessoas.

As atividades educativas do órgão promovidas por meio da EEDC foram direcionadas para públicos distintos, que incluem desde funcionários, estagiários do Procon e universitários de direito até lojistas, empresários e consumidores alagoanos.

De acordo com o coordenador da Escola, Leônidas Dias, as ações orientaram os cidadãos sobre o Código de Direitos do Consumidor (CDC).

“Disseminamos informações sobre as especificações do Código, para que ninguém seja prejudicado. Acreditamos que é por meio do conhecimento que muitos problemas podem ser evitados”, explica Leônidas.

Em 2016, o órgão ofereceu a aproximadamente 500 cidadãos, entre funcionários de lojas e empresários, capacitações sobre o CDC por meio do projeto “Procon in Company”.

Segundo informações da própria Superintendência, a iniciativa divulga os direitos do consumidor e harmoniza a relação de consumo através da promoção gratuita de cursos e palestras, orientando também os fornecedores.

Outra ação realizada pelo Procon/AL foram as capacitações para seus colaboradores. Diversas palestras e seminários foram realizados internamente para 220 funcionários e estagiários do órgão. Entre os principais temas abordados estão CDC, produtos com vícios ou defeito, cartão de crédito, atendimento, planos de saúde, entre outros assuntos.

Para a servidora Nádia Peroba, a iniciativa ajuda aos funcionários do Procon identificarem e resolverem com mais agilidade os problemas dos consumidores alagoanos.

“Diariamente, recebemos centenas de pessoas com dúvidas. Posso afirmar que os cursos promovidos internamente permitem uma troca de informações e oferecem um melhor preparo para atender o cidadão alagoano”, pontua.

A EEDC também vem promovendo uma aproximação com as universidades. Prova disso, turmas de direito de instituições como Cesmac e Unit visitaram o órgão para entender melhor seu funcionamento e questões jurídicas sobre os direitos dos consumidores.

“A aproximação com diferentes públicos é de extrema importância para o Procon. Afinal, quando o consumidor, fornecedor e lojistas estão cientes dos seus direitos, podemos evitar vários transtornos, portanto a Escola vem promovendo ações que podemos definir como preventivas”, finaliza Leônidas Dias.

 

Por Débora Vieira

Ações do documento