Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias ‘Proconzinho’ leva direitos do consumidor a alunos do ensino fundamental
15/09/2017 - 15h46m

‘Proconzinho’ leva direitos do consumidor a alunos do ensino fundamental

Crianças aprenderam, de forma dinâmica, sobre a Lei do Troco, precificação, validade, entre outros temas

‘Proconzinho’ leva direitos do consumidor a alunos do ensino fundamental

Projeto busca abordar a educação para o consumo na infância e garantir uma sociedade mais consciente

Desde cedo é preciso conhecer os direitos do consumidor: receber o troco certo, comprar produtos dentro da validade, ter liberdade de escolha e acesso às informações. Esses são alguns exemplos que fazem parte da educação para o consumo. E foi com a missão de falar sobre o assunto, que o Procon de Alagoas realizou mais uma edição do ‘Proconzinho’, na manhã desta sexta-feira (15), na Escola São Raphael, localizada na Ponta Verde.

O projeto, que surgiu ainda no início deste ano, busca abordar a educação para o consumo na infância e garantir uma sociedade mais consciente. De acordo com o superintendente do Procon de Alagoas, João Neto, é importante formar cidadãos responsáveis desde os primeiros anos de vida.

“O ‘Proconzinho’ surgiu por acreditarmos que é possível mudar a realidade em que vivemos por meio das crianças, usando da educação. É um trabalho que complementa o nosso desafio de defender o consumidor alagoano”, explica João Neto, acrescentando que a ação faz parte das comemorações do aniversário de 27 anos do Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Os alunos do 8º e 9º ano aprenderam, de forma dinâmica, sobre a Lei do Troco, propaganda enganosa, prazo de validade, precificação, meia-entrada, entre outros. Na ocasião, a instrutora do projeto, Virgínia Tavares, citou exemplos do dia a dia, como ir ao supermercado, comprar pela internet e pelo cartão de crédito, com orientações sobre o consumo consciente e sustentável.

“Estamos sempre buscando a melhor forma de passar o conteúdo para este público. O desafio é que eles aprendam sobre o tema e levem isso para suas vidas, tornando-se pequenos consumidores conscientes”, pontua Virgínia.

A iniciativa do órgão é direcionada para atender tanto alunos de escolas públicas como particulares de Alagoas. Os professores e coordenadores pedagógicos interessados podem entrar em contato com o órgão por meio das redes sociais ou pelo 151.

 

Por Débora Vieira

Ações do documento